Atualização do Google Home torna mais simples ter uma casa inteligente; veja como

O Google está dando uma ajudinha para transformar as residências de usuários em casas inteligentes: a big tech anunciou que vai abrir a API da plataforma Google Home. Isso significa que qualquer fabricante de aplicativos pode aproveitar o suporte da empresa e criar soluções inteligentes dentro do próprio app para aproveitar a rede de aparelhos conectados.

Novidades podem incluir desde recursos para abrir as cortinas ou melhorar a segurança de casa à distância.

Leia mais:

O que é o Google Home?

Com o Google Home, usuários podem gerenciar os dispositivos inteligentes de uma casa em um só aplicativo. Por exemplo, é possível controlar o Google Assistant, o Google Nest e o Chrome Cast em um único lugar.

A abertura da API levará a empresa além. Com a medida, qualquer fabricante de aplicativos pode aproveitar os mecanismos de automação do Google para criar diferentes recursos dentro de seus próprios apps, tornando a residência ainda mais conectada.

Exemplo de conexão do Google Home com outros dispositivos da casa (Imagem: Google/Reprodução)

Possibilidades

Em uma postagem de blog publicada durante o evento I/O, na última terça-feira (14), o Google revelou que alguns dos primeiros parceiros a aproveitar a abertura da API do Google Home serão a ADT e a Eve.

A primeira é uma empresa de segurança residencial da qual a big tech é investidora. A companhia vai lançar um recurso chamado Trusted Neighbor, que aproveita os dispositivos inteligentes do Google para permitir que usuários deem acesso temporário das casas a vizinhos, amigos ou outras pessoas. Seria como deixar a chave debaixo do tapete, mas muito mais seguro.

Já a Eve é uma empresa de dispositivos domésticos inteligentes e vai usar a API para criar recursos de automação dentro das casas, como baixar as persianas.

Veja também  Brasil tem quantidade alarmante de microplástico nas praias; revela estudo

O Google Pixel será outro beneficiado e permitirá diminuir as luzes dos ambientes residenciais, baixar as cortinas e trancar a porta da frente. Isso, sem sair da cama ou até à distância.

As possibilidades não se limitam às casas inteligentes. Na postagem, Matt Van Der Staay, diretor de engenharia do Google Home, disse que as APIs Home podem ser usadas para conectar os dispositivos a aplicativos fitness e de entrega.

Ele explica que será possível programar o app para acender a luz antes de um entregador chegar ou ligar o ventilador de casa pouco antes do usuário chegar em casa, para que tudo já esteja fresco.

Google Home
Com atualização, será possível dar novas funções aos dispositivos da casa (Imagem: shutterstock/CoinUp)

Quem pode usar a API do Google Home

  • As APIs do Google Home já estão disponíveis para parceiros da big tech. Há também uma lista de espera para que outros desenvolvedores de apps se inscrevam para explorar os recursos Home;
  • De acordo Anish Kattukaran, chefe de produto do Google Home and Nest, ao The Verge, os primeiros aplicativos conectados ao serviço do Google deverão ser publicados nas lojas no outono dos Estados Unidos, entre setembro e novembro;
  • Van Der Staay também destacou a segurança da medida: os usuários sempre serão solicitados a dar acesso explícito dentro dos apps – e podem revogar essa decisão a qualquer momento;
  • Os desenvolvedores também precisarão de certificação para usar a API.

O post Atualização do Google Home torna mais simples ter uma casa inteligente; veja como apareceu primeiro em Olhar Digital.

Powered by WPeMatico

Origem da Notícia
https://olhardigital.com.br/2024/05/15/reviews/atualizacao-do-google-home-torna-mais-simples-ter-uma-casa-inteligente-veja-como/
Autor: {autor}

O Google está dando uma ajudinha para transformar as residências de usuários em casas inteligentes: a big tech anunciou que vai abrir a API da plataforma Google Home. Isso significa que qualquer fabricante de aplicativos pode aproveitar o suporte da empresa e criar soluções inteligentes dentro do próprio app para aproveitar a rede de aparelhos conectados.

Veja também  Cerâmica de três mil anos revela complexa rede de comércio dos povos aborígenes da Austrália

Novidades podem incluir desde recursos para abrir as cortinas ou melhorar a segurança de casa à distância.

Leia mais:

O que é o Google Home?

Com o Google Home, usuários podem gerenciar os dispositivos inteligentes de uma casa em um só aplicativo. Por exemplo, é possível controlar o Google Assistant, o Google Nest e o Chrome Cast em um único lugar.

A abertura da API levará a empresa além. Com a medida, qualquer fabricante de aplicativos pode aproveitar os mecanismos de automação do Google para criar diferentes recursos dentro de seus próprios apps, tornando a residência ainda mais conectada.

Exemplo de conexão do Google Home com outros dispositivos da casa (Imagem: Google/Reprodução)

Possibilidades

Em uma postagem de blog publicada durante o evento I/O, na última terça-feira (14), o Google revelou que alguns dos primeiros parceiros a aproveitar a abertura da API do Google Home serão a ADT e a Eve.

A primeira é uma empresa de segurança residencial da qual a big tech é investidora. A companhia vai lançar um recurso chamado Trusted Neighbor, que aproveita os dispositivos inteligentes do Google para permitir que usuários deem acesso temporário das casas a vizinhos, amigos ou outras pessoas. Seria como deixar a chave debaixo do tapete, mas muito mais seguro.

Já a Eve é uma empresa de dispositivos domésticos inteligentes e vai usar a API para criar recursos de automação dentro das casas, como baixar as persianas.

O Google Pixel será outro beneficiado e permitirá diminuir as luzes dos ambientes residenciais, baixar as cortinas e trancar a porta da frente. Isso, sem sair da cama ou até à distância.

Veja também  Está chegando o melhor momento para comprar passagens para o Natal, segundo o Google Flights

As possibilidades não se limitam às casas inteligentes. Na postagem, Matt Van Der Staay, diretor de engenharia do Google Home, disse que as APIs Home podem ser usadas para conectar os dispositivos a aplicativos fitness e de entrega.

Ele explica que será possível programar o app para acender a luz antes de um entregador chegar ou ligar o ventilador de casa pouco antes do usuário chegar em casa, para que tudo já esteja fresco.

Google Home
Com atualização, será possível dar novas funções aos dispositivos da casa (Imagem: shutterstock/CoinUp)

Quem pode usar a API do Google Home

  • As APIs do Google Home já estão disponíveis para parceiros da big tech. Há também uma lista de espera para que outros desenvolvedores de apps se inscrevam para explorar os recursos Home;
  • De acordo Anish Kattukaran, chefe de produto do Google Home and Nest, ao The Verge, os primeiros aplicativos conectados ao serviço do Google deverão ser publicados nas lojas no outono dos Estados Unidos, entre setembro e novembro;
  • Van Der Staay também destacou a segurança da medida: os usuários sempre serão solicitados a dar acesso explícito dentro dos apps – e podem revogar essa decisão a qualquer momento;
  • Os desenvolvedores também precisarão de certificação para usar a API.

O post Atualização do Google Home torna mais simples ter uma casa inteligente; veja como apareceu primeiro em Olhar Digital.

Powered by WPeMatico

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: