Chris Hemsworth emplaca o primeiro grande personagem de Cannes, em ‘Furiosa’: ‘A gente tem que buscar o inesperado’


Chris Hemsworth no Festival de Cannes 2024
Reuters
Célebre por seu trabalho como Thor, o Deus do Trovão, da Marvel, o australiano Chris Hemsworth tem mais um papel de peso a acrescentar a sua lista de acertos: Dementus, o vilão de “Furiosa – Uma Saga Mad Max”. O filme dirigido por George Miller foi ovacionado em sua sessão de gala em Cannes e voltou a ser em sua sessão para a crítica, na manhã desta quinta (16).
O consenso geral é de que o longa-metragem deu ao evento seu primeiro grande personagem, uma vez que o trabalho de Hemsworth foi descrito como uma mistura de Darth Vader com o desenho “Looney Tunes”.
“A gente tem que buscar o inesperado”, disse Hemsworth ao gshow. “Desde que li o roteiro, busquei polaridades na figura de Dementus.”
Chris Hemsworth em cena com Anya Taylor-Joy e Tom Burke em ‘Furiosa’
Reprodução IMDB
“Furiosa – Uma Saga Mad Max”
O eixo de “Furiosa” não é ele, mas a personagem do título, encarnada por Anya Taylor-Joy. Fomos apresentados a essa guerriera em 2015, em “Mad Max: Estrada da Fúria”, quando Charlize Theron a interpretava.
O novo filme narra sua origem, com Anya vivendo uma jovem Furiosa. Quando pequena, ela cai nas garras de Dementus, líder de uma horda sedenta por água e gasolina, capaz de tudo para ter esses elementos.
“É uma ópera rock’n roll filosófica”, disse Anya na coletiva de Cannes. “Minha dublê virou uma das minhas melhores amigas”.
Na trama, enquanto Furiosa busca vingança, Dementus busca poder, desafiando o senhor do mal Immortan Joe, espécie de imperador de uma região chamada Wasteland (Terra Devastada). Ele tambêm almeja ter Furiosa a seu lado.
Mas há uma insistência no criminoso vivido por Hemsworth que há de atrapalhar seus planos.
“Ao ler o roteiro, eu me deparei com uma persona de pura vilania. Mas eu tentei encontrar humanidade nele, vendo que seu jeito de ser é fruto do ambiente onde cresceu. Os temperos explosivos daquele mundo pesaram sobre ele”, respondeu Hemsworth ao gshow, lembrando do passado.
Anya Taylor-Joy, o diretor George Miller e Chris Hemsworth no Festival de Cannes
REUTERS/Sarah Meyssonnier
“Esta é a minha primeira vez no festival e ao rever a franquia ‘Mad Max’, eu sinto uma nostalgia da minha infância e dos filmes que via.”
O Festival de Cannes segue até o dia 25. Até agora, o título mais badalado é “On Becoming a Guinea Fowl”, da Zâmbia, que está em concurso na mostra Un Certain Regard. É um conto surrealista sobre as transformações de uma família após um enterro.
Mais Lidas

Veja também  Terra e Paixão: Marino salva a vida de Caio e Jonatas e prende assassino

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://gshow.globo.com/tudo-mais/pop/noticia/chris-hemsworth-emplaca-o-primeiro-grande-personagem-de-cannes-em-furiosa-a-gente-tem-que-buscar-o-inesperado.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: