Com alvos no exterior, Cruzeiro vai manter pilar financeiro “inegociável” da gestão Ronaldo


Cruzeiro tem na mira Matheus Pereira e Arthur Gomes para o setor ofensivo O Cruzeiro vai manter o pilar financeiro que rege a gestão Ronaldo Fenômeno. Mesmo com alvos no exterior para o setor ofensivo, como Matheus Pereira e Arthur Gomes, entre outros, o clube irá trabalhar dentro da realidade econômica atual. Isso será mantido, ainda que possa haver uma abertura maior de negociação com uma eventual entrada de capital ao clube, como no acordo para a formação da Liga.
Reforços: Cruzeiro conversa com Arthur Gomes e Matheus Pereira
+ Notícias do Cruzeiro
+ Palacios e Paulo Vitor são regularizados e podem estrear; veja provável time
+ Ronaldo quer atrair clube para bloco de liga com presença do Cruzeiro
O clube detalha esse pilar, tratado como “inegociável” (assim como possui pilares desse modo na forma de jogo), a “responsabilidade financeira”. A gestão Ronaldo prega que só gasta o que recebe e o que está provisionado no orçamento do clube, um dos menores na Série A. Até por isso, para trazer estes atletas, é preciso ter alívio na folha financeira.
Tanto Matheus Pereira, como Arthur Gomes, recebem salários da realidade europeia / Oriente Médio. Para haver um desfecho positivo, será preciso que estes atletas se adequem à realidade financeira do Cruzeiro ou haja uma composição salarial, caso ocorra um empréstimo.
Um recado que o Cruzeiro tem deixado no mercado (tanto a agentes, como agremiações) é: o clube paga em dia e, por isso, não faz “loucuras contratuais”. Além disso, foge de leilão de atleta.
Mesmo sabendo da realidade atual dos atletas em questão, há confiança que, pelo menos no caso de Arthur, ocorra uma finalização do negócio, com o brasileiro de 25 anos vindo. O jogador, revelado no Santos, está fora da pré-temporada do Sporting e se condiciona fisicamente no Brasil.
Matheus Pereira em campo pelo Al Hilal
Matthew Ashton/Getty Images
O dinheiro que, futuramente, vai entrar da Liga (previsão de R$ 214 milhões) não será empenhado previamente, nem terá destinação antecipada em negociações, segundo apurou o ge. A preocupação do Cruzeiro é melhorar a saúde financeira do clube, sabendo que existem administrações de outras equipes estão caminhando para sentido contrário.
O Cruzeiro ainda tem desafios financeiros pela frente, mesmo com o encaminhamento da homologação do plano de pagamento de credores e também uma maior receita nesta temporada. Em entrevista à Globo, recentemente, o executivo de futebol do clube, Pedro Martins, destacou a política austera.
– Acho que o Cruzeiro acaba sendo diferente, porque está desenvolvendo um projeto desportivo. Quando ele puder gastar mais, ele vai gastar de maneira inteligente. Estou muito preocupado para o que vai acontecer no futebol brasileiro nos próximos se a gente não parar e pensar como essa indústria vai funcionar. Vemos muitos clubes, de maneira desenfreada, gastando e, muitas vezes, a vontade do dono não dialoga com a necessidade da indústria. E isso é um problema.
Assista: tudo sobre o Cruzeiro no ge, na Globo e no Sportv
🎧 Ouça o podcast ge Cruzeiro 🎧

Veja também  Avaí x Sport - Campeonato Brasileiro Série B 2023 - Ao vivo - globoesporte.com

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/2023/07/07/com-alvos-no-exterior-cruzeiro-vai-manter-pilar-financeiro-inegociavel-da-gestao-ronaldo.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: