Com Chancellor, Coritiba chega a seis saídas e enxuga o elenco; entenda cada caso


Defensor acerta rescisão em comum acordo e abre espaço para a chegada de reforços O Coritiba tem promovido uma grande reformulação no elenco nos últimos dias. O zagueiro Chancellor é mais um a deixar o clube após assinar a rescisão em comum acordo. Ele tinha contrato até o fim de 2023.
Com ele, a lista de saídas já tem seis jogadores e deve aumentar até o fim do ano. Veja quem já saiu: o zagueiro Chancellor, o lateral-direito Marcos Vinícius, os volantes Jesús Trindade, Júnior Urso e Juan Díaz, e o atacante Wliiam Pottker.
Desde que assumiu o clube, a SAF tem procurado avaliar todos os setores do futebol. Tudo isso tem passado pelo CEO do Coxa, Carlos Amodeo, e o Executivo de Futebol, Artur Moraes.
Esses movimentos também tem relação direta com a chegada de novos reforços na janela de transferências do futebol brasileiro. Até aqui, o Alviverde já anunciou o volante Fransérgio e o atacante Edu. Outros nomes são aguardados para reforçar o time.
Elenco atual do Coritiba
Goleiros: Gabriel Vasconcelos, Luan Polli, Marcão e Pedro Morisco
Laterais: Diogo Batista, Jamerson, Natanael e Victor Luis.
Zagueiros: Kuscevic, Bruno Viana, Vilar, Henrique, Jean Pedroso e Thiago Dombroski.
Volantes: Andrey, Bruno Gomes, Fransérgio, Matheus Bianqui e Willian Farias.
Meias: Marcelino Moreno, Gabriel Silva, Boschilia, Liziero e Jean Gabriel.
Atacantes: Alef Manga, Edu, Kaio César, Robson, Rodrigo Pinho, Ruan Assis eWesley Moreira.
LEIA MAIS
Autuori negocia para ser coordenador técnico do Coritiba
Coritiba confirma a contração do atacante Edu
Jhon Chancellor Coritiba
Felipe Dalke/Coritiba
Entenda o motivo da saída de cada jogador
Júnior Urso retornou ao Coritiba no início do ano. Logo na estreia, sofreu uma lesão e desfalcou a equipe até a primeira rodada do Brasileirão. O volante não conseguiu ter sequência e só atuou em oito partidas. O vínculo foi rescindido em comum acordo.
Jesús Trindade foi um dos citados em conversas com apostadores investigados na Operação Penalidade Máxima 2. Ele prestou depoimento ao MP-GO e alegou ser inocente. Durante as investigações, ele foi afastado pelo Coxa e pediu a rescisão do empréstimo, que tinha vínculo até o meio do ano. O atleta pertence ao Pachuca, do México.
Juan Díaz foi contratado pelo clube no ano passado. Ele entrou em campo apenas em quatro partidas e perdeu em espaço. Em 2023, o volante defendeu o Londrina por empréstimo, mas retornou antes do esperado após não agradar. Ele está livre no mercado.
William Pottker chegou ao Coritiba por empréstimo até o fim do ano. O atacante começou o ano como titular, perdeu espaço e foi alvo de críticas da torcida. Com a chegada da SAF, ele passou a treinar em separado com outros atletas que não seriam aproveitados. Pelo Coxa, ele disputou 16 jogos e não marcou nenhum gol. O atleta já acertou para defender o Avaí.
Emprestado pelo Maringá, Marcos Vinícius foi uma das últimas contratações do Coritiba na janela do início do ano. Sem se firmar, ele atuou em cinco partidas — uma como titular. Após a partida contra o Goiás, as partes se reuniram e decidiram pela rescisão em comum acordo.
John Chancellor está no Coritiba desde agosto de 2022. Ele veio para reforçar uma das piores zaga do Brasileirão e disputou 13 partidas. O venezuelano tinha uma cláusula automática de renovação, ficou no Coxa, mas perdeu espaço até ser afastado. Em comum acordo, as partes optaram pela rescisão do contrato.
Veja as novidades do Coritiba no Twitter
Siga o GE/PR no Facebook
Mais notícias do esporte paranaense em ge.globo/pr

Veja também  Abel explica plano em goleada do Palmeiras: "Se tivéssemos perdido diriam que o treinador é burro"

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/pr/futebol/times/coritiba/noticia/2023/07/07/com-chancellor-coritiba-chega-a-seis-saidas-e-enxuga-o-elenco-entenda-cada-caso.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: