Com CT alagado, base do Grêmio fará pedido para ajustar tabela do Brasileiro sub-20; Futebol feminino ajusta volta


Clube marcou reapresentação para 27 de maio, caso o cenário no RS apresente condições O Grêmio tem o CT Hélio Dourado, destinado para as categorias de base, abaixo d’água em Eldorado do Sul. A retomada dos treinos está prevista para dia 27, mas a diretoria gremista irá reavaliar a situação no próximo dia 20, com pedido especial para CBF e possibilidade de treinar fora do Rio Grande do Sul. Além disso, o departamento feminino trabalha para o retorno gradual às atividades, já que o calendário está mantido após a suspensão.
+ Alô, torcida tricolor! O ge Grêmio está no WhatsApp!
+ Veja como ajudar as vítimas das enchentes no RS
Imagens aéreas mostram enchente no entorno da Arena do Grêmio
Depois do resgate do grupo que estava no CT Hélio Dourado, os jogadores foram liberados para os respectivos estados. No próximo dia 20, a direção da base pode adiar o retorno por mais tempo.
Duas medidas já estão pensadas. A primeira é solicitar para a CBF um ajuste na tabela de jogos do Brasileiro sub-20 para que o Tricolor jogue apenas partidas como visitante durante o mês de junho, para ganhar tempo de avaliar e reparar os danos pelas enchentes. O estádio do CT Hélio Dourado é utilizado como local de jogos.
Prefeitura de Eldorado do Sul pede que moradores não retornem para suas casas
Além disso, o clube avalia que a categoria sub-20 treine fora do estado, como o grupo profissional definiu. Os campos 2 e 3 do CT não foram atingidos, o que absorviria a demanda de trabalho para categorias inferiores.
Ainda de acordo com o Grêmio, o clube desistirá da disputa de algumas competições que teriam início nos próximos dias, por questões “de logística, técnica e mental do pessoal de trabalho”. As competições que o clube desistiu são três: a Canteras da América Sub-17, a Copa Nike Sub-15, a Copa Voltaço Sub-14 e a Mitad do Mundo.
CT do Grêmio continua alagado pelas enchentes
Futebol feminino também planeja volta
As Gurias Gremistas também estão com os compromissos suspensos até o dia 27. A diretoria iniciou os movimentos para montar a estratégia do retorno às atividades. Há, no entanto, um complicador. Os trabalhos diários do time feminino ocorrem no Complexo Esportivo da Ulbra, que serve como alojamento para mais de 6 mil pessoas em Canoas.
Muitas jogadoras gremistas também moram no local. A retomada dos treinamentos ocorre gradualmente e sem uso da academia, por exemplo, usada para receber os atingidos pelas enchentes. A diretoria também destacou que tenta ajustar um local seguro para receber os jogos do Brasileiro Feminino.
— Queremos garantir condições justas para voltar a competir no mesmo ritmo de quando tivemos que suspender nossas atividades. Não há como o grupo ficar alheio a tudo que está acontecendo em nosso Estado. Muitas atletas foram diretamente afetadas, inclusive. Ainda assim, estamos nos esforçando para orientá-las e dar o suporte dentro do que é possível para que mantenham certo ritmo e estejam preparadas para eventual retorno — comentou a diretorora Marianita Nascimento.
Thaissan Passos, técnica do time feminino do Grêmio
Rodrigo Fatturi/Grêmio
As enchentes que atingem o Rio Grande do Sul já deixaram 151 mortes. De acordo com última atualização da Defesa Civil, o número de pessoas fora de casa é de 615 mil, além de 104 desaparecidos e 806 feridos.
🎧 Ouça o podcast ge Grêmio 🎧
+ Assista: tudo sobre o Grêmio no ge e na TV

Veja também  Gramado do Barradão passa por reforma, e Vitória cogita jogar estreia em casa em Pituaçu

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2024/05/16/com-ct-alagado-base-do-gremio-fara-pedido-para-ajustar-tabela-do-brasileiro-sub-20-futebol-feminino-ajusta-volta.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: