Coritiba busca maior equilíbrio entre os jovens e experientes do elenco por segurança na Série B


Verdão tem a menor média de idade, mas possui 11 jogadores que já conquistaram acesso O Coritiba, independente do técnico que seja contratado para a vaga de Guto Ferreira, só poderá mexer no elenco a partir de 10 de julho, data de abertura do segundo período de transferências do Brasil. Até lá, o Coxa tem uma outra missão: ter um maior equilíbrio entre jovens e experientes do grupo na Série B do Brasileiro.
Coritiba precisa lidar com o emocional do seu jovem elenco
🗞️ Leia mais notícias sobre o Coritiba
✅ Clique aqui e siga o canal ge Coritiba no WhatsApp
A missão voltar à elite do futebol nacional pertence a um elenco que conta, atualmente, com 35 atletas. Destes, nove são “Piás do Couto”, mais de um terço do total. As crias das categorias de base do clube puxam para baixo a média de idade, que é de 23,6 anos. Ou seja, é o grupo mais jovem entre os 20 participantes da competição.
Considerando os inscritos na Série B, os mais jovens do elenco são os meias Lucas Ronier e Brandão, ambos, de 19 anos. Eles atuaram nos três jogos até agora. Ronier fez a jogada do gol do empate contra a Ponte Preta, enquanto Brandão marcou na vitória por 1 a 0 sobre o Brusque.
Outros sete têm 20 anos: Benassi, Diogo Batista, Eberth, Guilherme Aquino, Jean Pedroso, Pedro Morisco e Rodrigo Gelado. Abaixo da média de idade ainda são outros 10 jogadores: Bernardo (22), Figueiredo (22), Geovane Meurer (21), Jean Gabriel (21), Jhonny (22), Natanael (22), Thalisson (22), Vini Paulista (23), Yago (22) e Wesley Pomba (21).
Lucas Ronier é um dos meia jovens do elenco do Coritiba
Gabriel Thá / Coritiba
LEIA MAIS:
+ Gerente do CIAD pede demissão do Coritiba
+ “Temos que nos unir ainda mais”, diz Frizzo
No pronunciamento de demissão do Guto Ferreira, as palavras solidez, estabilidade e segurança foram as mais repetidas pelo executivo de futebol, William Thomas, sobre o que esse time pode apresentar, na visão dele. Até por isso, não falta experiência de uma forma geral.
São 11 jogadores que ao longo das carreiras subiram da Série B para a Série A, sendo três deles com acessos por times em 2023: Arilson (Criciúma), David e Vini Paulista (ambos no Juventude).
Coritiba perde em casa para o Sport e Guto Ferreira é demitido
Outros com esse mesmo nível são: Andrey (Vasco 2016), Bernardo (Coritiba 2021), Bruno Melo (Fortaleza 2018), Figueiredo (Vasco 2022), Fransérgio (Criciúma 2012), Leandro Damião (Inter 2017), Natanael (Coritiba 2021) e Robson (Paraná 2018).
O Coritiba tem uma vitória (1 a 0 sobre o Brusque), um empate (1 a 1 diante da Ponte Preta) e uma derrota (1 a 0 para o Sport) na Série B. Assim, o Verdão soma quatro pontos e ocupa a parte intermediária da tabela de classificação. O Coxa encara o Avaí no sábado, às 11h (de Brasília), na Ressacada, em Florianópolis, pela quarta rodada. O ge transmite o confronto em Tempo Real.
Mais notícias do esporte paranaense no ge.globo/pr

Veja também  Morte de Victória Aragão foi premeditada e suspeitos eram amigos dela, diz delegado do caso

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/pr/futebol/times/coritiba/noticia/2024/05/08/coritiba-busca-maior-equilibrio-entre-os-jovens-e-experientes-do-elenco-por-seguranca-na-serie-b.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: