Cuca valoriza vitória do Athletico e defende postura do time na final: “Dançar conforme a música”


Furacão tem dificuldades contra o Maringá, aposta nas bolas longas e cria raras chances, mas chega ao gol em cobrança de falta de Pablo, no segundo tempo O técnico Cuca defendeu a postura do Athletico e valorizou a vitória por 1 a 0 sobre o Maringá, neste sábado, no Willie Davids, pelo jogo de ida da final do Campeonato Paranaense.
O Furacão encontrou dificuldades, apostou nas bolas longas e criou raras oportunidades. Porém, foi objetivo e conseguiu o gol em cobrança de falta de Pablo, aos 32 da segunda etapa.
🗞️ Mais notícias do Athletico
✅Clique aqui e siga o canal ge Athletico no WhatsApp
– Existem momentos na competição que o mais importante não é a beleza do jogo, mas o resultado. Era um jogo desses. Não vale nada vir aqui, fazer um jogo espetacular, tomar 2 a 0 e não ter mais força para virar. Você tem que saber dançar conforme a música, e a música era essa hoje. A gente dançou, e muito bem – disse Cuca, em entrevista coletiva.
– Não é fácil jogar com o Maringá. Atacam a bola, não se incomodam em ficar no mano atrás, é difícil, estão com uma confiança muito alta. Um time muito bem treinado, e a gente venceu – completou.
+ Maringá x Athletico: veja como foi o jogo
+ Tabela do Campeonato Paranaense
A etapa inicial foi truncada, e o Maringá assustou aos 29 minutos, em falta batida por Zé Vitor para fora, e aos 41, em bola na área que o próprio Zé Vitor desviou de cabeça, e Pedro Henrique depois salvou quase em cima da linha. O Athletico abusou dos chutões e teve dificuldade na ligação com o ataque. As principais tentativas foram em chute de Esquivel, de fora, e de Pablo, dentro da área, mas os dois com desvio na defesa.
No segundo tempo o Furacão teve uma boa chance perdida com Canobbio, já aos dois minutos, mas não conseguiu se impor. O Maringá, que foi rondando a área, mas a defesa do Rubro-Negro levou a melhor.
O Athletico esperou um contra-ataque, e assim chegou ao gol. Após bola roubada, Canobbio foi derrubado perto da área pela esquerda. Falta que Pablo cobrou com perfeição e abriu o placar, aos 32. Pedro Henrique foi expulso aos 37, o Maringá quase empatou aos 41, em bomba de Max Miller que Bento salvou, mas a vitória ficou com o Furacão.
– Uma partida muito lutada, disputada palmo a palmo. Não é um jogo comum, é uma final, e é raro você ver uma final ser aberta, ter inúmeras oportunidades de gol porque está valendo tudo o que você fez até agora na competição – analisou Cuca.
Cuca na entrevista coletiva depois de Athletico x Maringá
Guilherme de Paula/ ge
– Não foi um grande jogo em termos de espetáculo em beleza, mas foi um grande jogo em cima da entrega que os jogadores tiveram. A gente tem que ressaltar que às vezes o jogo te pede ações diferentes só da técnica, e sim da luta, do empenho, da diminuição dos espaços, como a gente teve hoje e fizemos muito bem – prosseguiu.
Em campo, Cuca montou o Athletico com algumas mudanças, até por conta da maratona de jogos que tem pela frente. Leo Godoy, Kaíque Rocha, Fernandinho, Zapelli e Mastriani ficaram fora. Madson, Pedro Henrique, Hugo Moura, Canobbbio e Pablo foram novidades, além do goleiro Bento.
– Eu não poupei ninguém. Entrei com a melhor equipe que eu podia em um aspecto geral: físico, técnico, emocional, tudo que pode existir – explicou o treinador.
A finalíssima do Paranaense será no próximo sábado, dia 6 de abril, também às 17h, na Ligga Arena, em Curitiba. O Athletico garante o título com um empate. O Maringá precisa vencer por dois gols ou mais para ser campeão. Se vencer por um gol, a decisão será nos pênaltis.
Antes da segunda partida da final, o Athletico tem pela frente a estreia na Copa Sul-Americana. O Furacão joga contra o Sportivo Ameliano na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no La Nueva Olla, em Assunção, no Paraguai.
Agenda do Athletico
Sportivo Ameliano x Athletico: 02/04, terça-feira, 19h – La Nueva Olla (Sul-Americana)
Athletico x Maringá: 06/04, sábado, 17h – Ligga Arena (Paranaense)
Athletico x Rayo Zuliano: 09/04, terça-feira, 21h30 – Ligga Arena (Sul-Americana)
Mais notícias do esporte paranaense em ge.globo/pr

Veja também  VÍDEOS: Globo Esporte Bahia deste sábado, 29 de julho de 2023

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/pr/futebol/times/athletico-pr/noticia/2024/03/30/cuca-valoriza-vitoria-do-athletico-e-defende-postura-do-time-na-final-dancar-conforme-a-musica.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: