Governador do RS diz que doações por PIX para ajudar vítimas das enchentes vão para entidade privada


Eduardo Leite explicou que o dinheiro arrecadado não será usado em ações do governo estadual para os resgates e recuperação das cidades afetadas pelas enchentes Governador do RS diz que doações por Pix vão para entidade privada
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), disse que as doações feitas via PIX para as vítimas das enchentes que atingem o estado não vão para o governo e, sim, para uma entidade privada. Segundo ele, o valor arrecadado será destinado para atender as pessoas que foram atingidas pela tragédia.
“O PIX não é para o governo. O PIX é para uma conta de uma entidade privada que é da Associação dos Bancos do Rio Grande do Sul. Não é dinheiro para o governo, para fazer, nenhuma das ações que nós anunciamos aqui vai consumir os recursos do PIX”, disse Leite.
Mais de 90 pessoas morreram por conta dos temporais e enchentes que atingiram o estado desde 29 de abril.
Segundo ele, os recursos das doações via PIX serão enviados para atender as pessoas que foram atingidas pelas enchentes no RS, quando a população terá que reconstruir as casas e recuperar os bens perdidos na enchente.
LEIA TAMBÉM:
Como ajudar as vítimas dos temporais no RS
Veja resgates impressionantes durante as chuvas
Chuvas no Rio Grande do Sul; VEJA FOTOS
Imprensa internacional repercute tragédia no RS
Por meio de decreto, foi criado um comitê gestor com entidades, associações de municípios e entidades privadas, empresariais, sociais e assistenciais que decidem a forma de aplicação dos recursos. Haverá a participação de entidades sociais para decidir para onde e para quem vai o dinheiro.
“Uma vez decidida a forma de aplicação, são chamadas entidades sociais para que a gente possa fazer esse recurso chegar na ponta para as famílias, e ele vai ser priorizado para ajudar a reerguer as vidas das pessoas. Porque as pessoas vão precisar do apoio, vai ser o momento seguinte para reerguer as suas vidas”.
Leite disse que a arrecadação passará por auditoria e terá transparência, com acompanhamento público. “Então, tem transparência, tem cuidado, tem gestão compartilhada com a sociedade e tem, sobretudo, o foco de chegar nas pessoas. Não é dinheiro para o governo.
Tragédia no RS
Sobrevoo mostra pista do aeroporto de Porto Alegre debaixo d’água
Reprodução
A Defesa Civil do Rio Grande do Sul atualizou para 95 o número de mortos em razão dos temporais que atingem o estado. O boletim divulgado na tarde desta terça-feira (7) ainda aponta que há outros 4 óbitos sendo investigados. O estado registra 131 desaparecidos e 372 feridos.
Há 207,8 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 48,8 mil em abrigos e 159 mil desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos).
O RS tem 401 dos seus 497 municípios com algum relato de problema relacionado ao temporal, com 1,4 milhão pessoas afetadas.
As rodovias estaduais registram bloqueios totais e parciais em 95 trechos de 41 estradas.
Colapso em Porto Alegre: população se desloca para interior e litoral enquanto capital gaúcha enfrenta falta d’água e energia
Hospitais de campanha foram montados pelo governo federal para auxiliar pessoas feridas e desabrigadas. No momento, os municípios de Estrela, Canoas e São Leopoldo foram contemplados pelas estruturas.
Segundo a nova atualização, são 451 mil pontos sem luz no estado. Na área da CEEE Equatorial, são 206 mil imóveis sem energia. A RGE Sul tem 245 mil imóveis afetados.
A Corsan totaliza 649 mil clientes sem abastecimento de água no estado. Em Porto Alegre, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) informou que religou a Estação de Tratamento de Água (ETA) São João na manhã desta terça. Trinta e cinco bairros da Zona Norte são abastecidos. Outras quatro estações estão fora de operação.

Veja também  'Múmias extraterrestres' achadas no Peru são, na verdade, bonecos feitos com ossos de animais

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/05/08/governador-do-rs-diz-que-doacoes-por-pix-para-ajudar-vitimas-das-enchentes-vao-para-entidade-privada.ghtml
Autor: {authorlink}

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: