Governo de PE decide sair da realização do Festival de Inverno de Garanhuns e diz que será apenas patrocinador: ‘Não é o FIG’


Prefeitura e governo estadual divergem a respeito da organização do evento. Estado afirma que recursos enviados devem ser utilizados para contratação de artistas pernambucanos. Governo de Pernambuco decide se retirar da realização do FIG
Com parte da programação divulgada na última terça-feira (2), o Festival de Inverno de Garanhuns em 2024 pode ficar sem o apoio do Governo de Pernambuco para a realização. Historicamente, o evento foi realizado por meio de uma parceria entre o município e a gestão estadual. No entanto, as duas partes acusam, uma a outra, de falta de diálogo para alinhar como o evento será realizado.
Na última quarta-feira (3), o Governo de Pernambuco, por meio da Fundarpe, informou ao g1 que a gestão estadual não vai mais entrar no evento como realizadora, como nos anos anteriores. Este ano, o estado vai contribuir apenas como patrocinador e os recursos enviados devem ser utilizados para contratação de artistas pernambucanos.
“Diante do que está posto, o Estado toma o posicionamento de recuar em relação a ser realizador do Festival de Inverno de Garanhuns, na sua 32ª edição. E aí a nossa proposta, que deve ser construída, é que o Estado entre como patrocinador e aí a gente deve construir um caminho para a valorização dos artistas pernambucanos que isso é o nosso compromisso, nossa responsabilidade”, disse a presidente da Fundarpe, Renata Borba.
Palco Mestre Dominguinhos do Festival de Inverno de Garanhuns
Divulgação
De acordo com a presidente da Fundarpe, em diálogo com a Prefeitura de Garanhuns, foi proposto que o Governo do Estado fosse totalmente excluído da organização do maior polo do Festival de Inverno de Garanhuns, que é o Polo Mestre Dominguinhos. Além disso, o governo diz que foi proposto condicionar a uma anuência prévia da prefeitura a realização de todas as ações dos demais polos do festival.
“Não é o FIG, é mais uma festa que está sendo construída. […] O Governo também entende que o Festival de Inverno de Garanhuns não pode ser segregado, não é um polo e os outros polos. Todos os polos têm a mesma importância, a gente trabalha todas as linguagens”, afirmou Renata Borba.
O que diz a Prefeitura de Garanhuns?
Em entrevista à CBN Caruaru, nesta quarta-feira (3), o prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino, disse que foram conversadas duas propostas com o Governo de Pernambuco. A primeira, era a mudança das datas do evento, que foi anunciado pela prefeitura para ser realizado de 11 a 28 de julho. Essa primeira proposta não foi aceita pelo município.
A outra era com relação às atrações. De acordo com o prefeito, foi proposta uma divisão dos custos entre município e Estado. A gestão em Garanhuns arcaria com 50% e a gestão estadual com mais 50%, para um orçamento total de R$ 20 a R$ 22 milhões. No entanto, o prefeito disse que a única resposta colocada pessoalmente pela governadora foi que assumiria as 13 atrações já divulgadas, pagaria a prefeitura o que ela pagou e realizavam o evento.
Mas, esse não era esse o desejo do município. De acordo com o prefeito, a proposta dele era de que prefeitura e Governo do Estado dividissem custos e organização do evento.
“A única resposta que foi me colocada pessoalmente na segunda reunião por parte da Governadora, mas isso não veio no papel, foi que o Governo do Estado assumiria as 13 atrações que nós divulgamos, pagaria a Prefeitura o que a Prefeitura pagou e realizavam o evento. E a gente deixou muito claro que não era esse o desejo. O desejo era de fazer um evento que a gente pudesse engrandecer, que não ocorresse os erros que ocorreram no ano passado”, disse o prefeito à CBN.
FIG em 2023
Em 2023, o FIG teve uma redução na quantidade de dias do evento, em comparação com o ano de 2022. Foram nove dias de festa, enquanto no ano anterior foram 17.
O prefeito Sivaldo Albino chamou “desorganização” e disse que foi feito “tudo de última hora” no ano passado, na entrevista da CBN Caruaru. “A gente não conseguiu fazer uma grande entrega para a cultura, e nem para a economia, para a economia do município e da região”, disse Sivaldo Albino.
Simone Mendes no Festival de Inverno de Garanhuns
Redes sociais/Festival de Inverno de Garanhuns
Passado o FIG 2023, o Sivaldo Albino fez uma publicação nas redes sociais afirmando que o planejamento e execução do Festival de Inverno será de responsabilidade do município em 2024.
Uma publicação nas redes sociais do Festival de Inverno de Garanhuns, que é gerida pelo Governo de Pernambuco, havia divulgado ainda em 2023 que o FIG 2024 seria realizado de 18 a 28 de julho. No entanto, as datas anunciadas pela prefeitura de Garanhuns são de 11 a 29 de julho.

Veja também  Corinthians abre Data Fifa com treino de marcação adiantada; Renato Augusto não vai a campo

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2024/04/04/governo-de-pe-decide-sair-da-realizacao-do-festival-de-inverno-de-garanhuns-e-diz-que-sera-apenas-patrocinador-nao-e-o-fig.ghtml
Autor: {authorlink}

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: