Irmãos envenenados em Jupi: entenda o que se sabe e o que precisa ser esclarecido sobre o caso


Suspeita do crime, que é irmã das vítimas, foi presa. Os irmãos continuam internados em Garanhuns e a polícia investiga o caso. Polícia Civil realiza coletiva para passar detalhes sobre caso de envenenamento em Jupi
Três irmãos estão internados em estado grave em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, depois de serem envenenados pela irmã em Jupi. A suspeita de cometer o crime, que tem 29 anos, também ingeriu a substância, estava internada, foi presa e levada à delegacia nesta sexta-feira (7).
LEIA TAMBÉM:
Suspeita de tentar matar irmãos envenenados tem alta hospitalar e é interrogada; vítimas continuam em estado grave
Vítimas de envenenamento têm estado de saúde considerado gravíssimo e estão na UTI
O g1 listou o que se sabe a respeito do caso. As informações foram divulgadas pela Polícia Civil e pelas unidades de saúde onde as vítimas estão internadas.
Cronologia do crime
A suspeita, de 29 anos, confessou ter envenenado os três irmãos em Jupi, no Agreste de Pernambuco, na segunda-feira (3). A mulher estava em casa com eles e disse ter misturado o veneno em um iogurte para que eles ingerissem a substância.
Irmã confessou ter envenenado os três irmãos em Jupi
Reprodução/Arquivo pessoal
Além de dar veneno aos irmãos, a mulher também ingeriu a substância. No mesmo dia, à noite, os quatro foram levados à emergência do Hospital Regional Dom Moura, que fica em Garanhuns. Os três irmãos ficaram em estado grave.
Os boletins médicos divulgados durante a semana informaram que a suspeita se recuperava bem e na quinta-feira (6) estava na enfermaria. Uma das vítimas permaneceu no Dom Moura e as outras duas foram levadas ao Hospital Perpétuo Socorro.
Prisão da suspeita
Na terça-feira (4), a suspeita de cometer o crime, uma mulher de 29 anos, foi presa em flagrante após confessar ter envenenado as três vítimas. Além de dar o veneno aos irmãos, a mulher também ingeriu a substância e estava internada no Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns.
Até a quinta-feira (6), a suspeita do crime estava na enfermaria da unidade de saúde e recebeu alta médica na manhã desta sexta-feira (7). A polícia informou ao g1 que, após receber alta, a mulher foi encaminhada à delegacia, foi interrogada e está reclusa enquanto aguarda a audiência de custódia, prevista para o sábado (8).
Qual a motivação do crime?
A Polícia Civil de Pernambuco, que investiga o crime, informou que ainda não concluiu a respeito da motivação da suspeita. Em nota, a polícia disse ao g1 “que segue com as diligências finais para a conclusão do inquérito policial”.
Estado de saúde das vítimas
Uma das vítimas está no Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns
Google Street View/Reprodução
As três vítimas de envenenamento estão internadas em dois hospitais de Garanhuns permanecem em estado grave ou gravíssimo nesta sexta-feira (7).
Uma das pacientes tem 23 anos e está no Hospital Regional Dom Moura. De acordo com o boletim médico, vítima continua internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo acompanhada pela equipe multidisciplinar e o quadro geral de saúde permanece grave.
As outras duas vítimas, de 31 e 27 anos, estão em leitos de UTI do Hospital Perpétuo Socorro. As duas vítimas estão intubadas e em ventilação mecânica. Uma delas apresenta febre de difícil controle.

Veja também  Copa do Mundo Feminina: veja órgãos no Piauí que aderiram ao ponto facultativo em dias de jogos

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2023/07/07/irmaos-envenenados-em-jupi-entenda-o-que-se-sabe-e-o-que-precisa-ser-esclarecido-sobre-o-caso.ghtml
Autor: {authorlink}

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: