Novos critérios surpreendem e tiram Rogério Júnior das Paralimpíadas no parabadminton


Confederação Brasileira da modalidade (CBBd) detalha mudanças no decorrer do ciclo Uma mudança no decorrer do ciclo paralímpico trouxe surpresa e uma notícia bastante ruim para o prudentino Rogério Júnior. Após celebrarem a classificação para as Paralimpíadas de Paris, o atleta e a Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) atualizaram o desfecho da busca por vaga.
Antes das explicações, vale voltar um pouco mais no tempo e relembrar que, em fevereiro deste ano, ambos postaram nas redes sociais a obtenção da tão sonhada vaga. Porém, no início de abril, veio outra surpresa, desta vez por um caminho inverso.
CBBd explicou a situação envolvendo o prudentino Rogéiro Júnior, com “ruído” na comunicação entre países e a BWF
Cris Mattos / CPB
O paratleta divulgou o fim do sonho paralímpico. Em contato com a confederação nacional da modalidade, o ge Prudente e Região obteve um esclarecimento sobre a reviravolta. Abaixo, confira na íntegra a nota emitida.
– A Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) esclarece que, oficialmente, Rogério Júnior Xavier de Oliveira, atleta do parabadminton, não está classificado para os Jogos Paralímpicos Paris-2024. A Federação Mundial de Badminton (BWF) fez uma alteração no sistema de pontuação e isso não foi identificado por diversos países. Além do Brasil, nações como Índia, Peru, Inglaterra, Alemanha e Tailândia também saíram prejudicadas.
A divergência está nos pontos dos dois primeiros torneios da “Corrida para Paris”, disputados na Espanha, em fevereiro e março de 2023. De acordo com a BWF, as pontuações dos atletas caíram pela metade após superar um ano do período desses dois eventos. Desta forma, quando o ranking saiu, a dupla mista, formada pelos jogadores Rogério Junior e Edwarda Dias, ficou de fora.
A CBBd ressalta que não está parada e, com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), está pleiteando junto à BWF que algo seja feito e uma parte desse processo seja corrigido. A entidade máxima da modalidade no Brasil está brigando pelo atleta para que aumentemos a participação de jogadores do parabadminton em Paris-2024.
Vale reforçar que já estão garantidos em Paris três atletas: Ygor Coelho (individual masculino), Juliana Viana (individual feminino) e Vitor Tavares (Paralimpíada, classe SH6, disputa para atletas de baixa estatura) – trouxe a nota da CBBd.
Rogério (ao centro) chegou a celebrar conquista da vaga, mas postagem depois mudou o tom do desfecho
Instagram/Reprodução
A reportagem também tentou entrar em contato com a Federação Mundial de Badminton (BWF, na sigla em inglês), mas ainda não teve retorno. A sede da entidade fica em Kuala Lumpur, na Malásia. Acerca do fuso horário, o país asiático está 12 horas à frente do horário de Brasília.
Os Jogos Paralímpicos de Paris começam em 28 de agosto e vão até 8 de setembro. Rogério Júnior é revelação da equipe do Sesi de Presidente Prudente. Antes de sair, foi prata no Parapan de Lima, em 2019. Depois, ficou dois anos na Grande São Paulo, antes de se mudar para Curitiba.
+ Veja mais notícias sobre o esporte no Oeste Paulista

Veja também  Atlético-GO x Vitória - Campeonato Brasileiro Série B 2023 - Ao vivo - globoesporte.com

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2024/05/08/novos-criterios-surpreendem-e-tiram-rogerio-junior-das-paralimpiadas-no-parabadminton.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: