Polícia espanhola interrompe viagem de navio de cruzeiros com brasileiros a bordo e detém bolivianos ilegais


Navio MSC Armonía saiu de Santos (SP) com destino a Veneza, na Itália. Professoras brasileiras relataram os momentos de tensão quando o cruzeiro foi interrompido em Barcelona, na Espanha. Brasileiras tiveram cruzeiro interrompido por presença de bolivianos sem documentação
Arquivo Pessoal
Um navio de cruzeiros que saiu de Santos, no litoral de São Paulo, foi retido nesta quarta-feira (3) em Barcelona, na Espanha, após um grupo de passageiros bolivianos ser descoberto viajando sem a documentação necessária. Ao g1, duas brasileiras que estão a bordo contaram que 69 estrangeiros foram detidos e proibidos de sair da embarcação. “Não sabemos como eles vieram até aqui desse jeito”, afirmaram.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Santos no WhatsApp.
O navio MSC Armonía partiu de Santos, no último dia 17 de março, com destino a Veneza, na Itália, no dia 8 de abril. Durante a viagem, a embarcação passaria por Portugal e Espanha. A Polícia Federal confirmou que cinco bolivianos embarcaram no litoral paulista portando passaportes válidos. Detalhes sobre o grupo que viajou de forma irregular ainda não foram divulgados oficialmente.
Ao g1, as professoras Maria da Graça Naclerio Homem, de 74 anos, e Izabel Petraglia, de 60, relataram que a situação dentro do navio estava “muito desagradável”.
“[Os bolivianos sem documentos] estão presos dentro do navio. Estão confinados todos em uma ala e sem contato com os outros passageiro”, disse Maria da Graça Naclerio.
Em nota, a MSC alegou que trabalha junto com as autoridades espanholas para “gerenciar uma situação envolvendo hóspedes da Bolívia, que viajavam com documentação inválida para o desembarque na Europa”.
Bolivianos e tensão no navio
De acordo com as brasileiras, o grupo de bolivianos que viajava sem a documentação necessária não interagia com os demais passageiros. “Não participavam de nada junto com os outros”, acrescentaram elas.
Ainda segundo as professoras, entre os bolivianos haviam diversas famílias e, inclusive, menores de idade. “Não sabemos como eles entraram, o que aconteceu e quem são”, pontuaram elas.
As mulheres relataram a tensão dentro do navio quando os demais passageiros foram informados sobre a ação da polícia. “Descemos [em Barcelona] e, quando voltamos para o navio, percebemos uma grande quantidade de policiais . Ficamos sabendo que não poderíamos sair [da Espanha] porque era uma imigração ilegal, que eles não tinham um passaportes, vistos ou seguro”.
Viagens interrompidas
Cruzeiro que saiu de Santos, SP, é interrompido em Barcelona, na Espanha, por presença de passageiros sem documentação
Arquivo Pessoal
As professoras foram informadas que os passageiros com destino à comuna de Civitavecchia, na Itália, desceriam na Espanha e para pegar um voo até o país vizinho na quinta-feira (4). Os demais, com destino a Veneza, ainda não teriam recebido indicações dos próximos passos por parte da MSC.
“Ainda não sabemos como eles [a empresa] vão fazer para nos mandar para o final do cruzeiro, que também é na Itália, em Veneza. Não temos informações”, desabafaram elas.
O g1 entrou novamente em contato com a MSC, em busca de mais informações sobre o destino dos passageiros que tiveram o cruzeiro interrompido, mas não obteve um retorno sobre o tema até a última atualização desta reportagem.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Veja também  Mogi das Cruzes tem inscrições abertas para casamento comunitário

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2024/04/03/policia-espanhola-interrompe-viagem-de-navio-de-cruzeiros-com-brasileiros-a-bordo-e-detem-bolivianos-ilegais.ghtml
Autor: {authorlink}

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: