Rússia lança ataque aéreo contra usinas de energia elétrica na Ucrânia, diz exército


O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que o ataque russo usou mais de 50 mísseis e 20 drones de combate. Em Kiev, pessoas buscaram abrigo em estações de metrô. Soldados do exército ucraniano usam holofotes para procurar por drones durante ataque da Rússia em Kiev
Gleb Garanich/Reuters
A Rússia lançou um ataque aéreo em Kiev e na cidade ocidental ucraniana de Lviv, informou o Exército da Ucrânia nesta quarta-feira (8). Sistema de defesa foram acionados para interceptar e repelir o ataque. Os russos atingiram diversas usinas de energia elétrica no país.
Testemunhas ouvidas pela agência Reuters afirmam ter escutado explosões que pareciam ser de sistemas de defesa aérea atingindo objetos no ar. Em Kiev, pessoas buscaram abrigo em estações de metrô.
De acordo com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, o ataque russo usou mais de 50 mísseis e 20 drones de combate contra o país.
✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp
Todos os mísseis direcionados a Kiev foram destruídos, afirmou Serhiy Popko, chefe da administração militar da cidade, no aplicativo de mensagens Telegram. Ele acrescentou que não houve danos significativos ou feridos como resultado do ataque.
Sistemas de defesa aérea foram em repelir o ataque russo sobre a região de Lviv, que faz fronteira com a Polônia, país membro da OTAN, onde ocorreram várias explosões, segundo autoridades regionais.
Em Kiev, pessoas buscaram abrigo no metrô durante ataque da Rússia contra a Ucrânia
Alina Smutko/Reuters
Até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre a escala do ataque.
Segundo o ministro de energia da Ucrânia, German Galushchenko, foi outro ataque massivo contra usinas de energia. A geração e a transmissão de energia elétrica em pelo menos seis cidades foram alvo.
Metrô de Kiev serviu de abrigo durante ataque da Rússia contra a Ucrânia
Alina Smutko/Reuters
Em 11 de abril, um ataque russo com mísseis e drones atingiu a infraestrutura energética da Ucrânia, deixando mais de 200 mil pessoas sem luz.
Subestações e instalações de geração de energia de uma empresa foram danificadas nas regiões de Odesa, Kharkiv, Zaporizhzhia, Lviv e Kiev.
Além disso, pelo menos 10 mísseis atingiram a cidade de Kharkiv, que fica a cerca de 30 km da fronteira da Ucrânia com a Rússia. A região foi a que sofreu o maior corte de energia elétrica.
Guerra na Ucrânia
Guerra da Ucrânia completa dois anos sem saída à vista
A Guerra na Ucrânia completou dois anos no dia 24 de fevereiro. Em 2022, a Rússia invadiu o território do país vizinho sob o pretexto de estar conduzindo uma “operação militar especial”.
Em março deste ano, após ser reeleito presidente da Rússia, Vladimir Putin afirmou que pretende invadir mais regiões da Ucrânia para criar uma zona de tampão.
O objetivo de Putin é criar uma proteção para as forças que estão em território ucraniano sob domínio dos russos.
Por outro lado, recentemente, a Ucrânia tem feito ataques de longa distância para atingir refinarias e depósitos na Rússia.

Veja também  Claude Montana, estilista francês, morre aos 80 anos

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2024/05/08/russia-lanca-ataque-aereo-contra-usinas-de-eletrica-na-ucrania-diz-exercito.ghtml
Autor: {authorlink}

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: