UFC: VAR vê dedo no olho, mas Weidman vence Bruno Blindado com polêmica


Norte-americano tem nocaute técnico decretado no octógono, no último sábado, em Atlantic City, mas revisão mostra golpe ilegal e faz comissão mudar para contagem de pontos Chris Weidman voltou a vencer depois de quatro anos, mas em luta bastante questionada e polêmica. Em duelo pela categoria peso-médio (até 83,9kg), o norte-americano levou a melhor sobre Bruno Blindado no último sábado, no card principal do UFC em Atlantic City, nos EUA, em um nocaute técnico convertido em decisão unânime após revisão de dedo no olho pelo VAR.
Mundo da Luta discute se vitória de Belfort mancharia imagem de Popó
+ Siga o canal de MMA, boxe e outras lutas do ge no WhatsApp!
A polêmica tomou conta da luta no terceiro round. Melhor nos dois assaltos anteriores, Weidman acabou acertando o dedo duas vezes seguidas no olho de Blindado – movimento que já tinha acontecido anteriormente no duelo. Após o golpe ilegal, o brasileiro foi ao chão, então o norte-americano partiu para o ground and pound, e o árbitro decretou o nocaute técnico aos 2min18s do terceiro round.
Chris Weidman acerta o olho de Bruno Blindado no UFC em Atlantic City
Getty Images
No entanto, após revisão, o dedo no olho ficou claro, e o Conselho de Controle Atlético do Estado de Nova Jersey decidiu utilizar a pontuação da luta em vez de manter o nocaute técnico. Como Weidman já tinha vencido os rounds anteriores e estava vencendo o terceiro até o momento das faltas, ele foi declarado o vencedor do duelo.
+ Jake Paul comenta encarada com Mike Tyson: “Foi insano”
+ Mundo da Luta #276 debate: luta entre Popó e Belfort vai sair?
Apesar de ter acertado o olho do adversário em um movimento ilegal, Weidman criticou a ação do brasileiro.
– Você não pode ir ao chão assim se seu olho for tocado. Você tem que ficar de pé. Você não pode simplesmente cair
Confira os resultados completos do evento:
Manon Fiorot venceu Erin Blanchfield por decisão unânime (50-45, 50-45, 50-45)
Joaquin Buckley venceu Vicente Luque por nocaute técnico aos 3min17s do R2
Chris Weidman venceu Bruno Blindado por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Nursulton Ruziboev venceu Sedriques Dumas por nocaute aos 3min18s do R1
Kyle Nelson venceu Bill Algeo por nocaute técnico aos 4min00s do R1
Chidi Njokuani venceu Rhys McKee por decisão dividida (28-29, 30-27, 30-27)
Nate Landwehr venceu Jamall Emmers por nocaute aos 4min43s do R1
Virna Jandiroba venceu Lupita Godinez por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Julio Arce venceu Herbert Burns por nocaute técnico aos 2min00s do R2
Dennis Buzukja venceu Connor Matthews por nocaute técnico aos 22s do R3
Ibo Aslan venceu Anton Turkalj por nocaute técnico em 1min32s do R3
Jacob Malkoun venceu Andre Petroski por nocaute técnico aos 39s do R2
Caolan Loughran venceu Angel Pacheco por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)

Veja também  Família do interior de SP cria caracol como animal de estimação: ‘Criamos relação de carinho’

Assine o Combate e veja o melhor do mundo das lutas

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://ge.globo.com/combate/noticia/2024/03/31/ufc-var-ve-dedo-no-olho-mas-weidman-vence-bruno-blindado-com-polemica.ghtml
Autor:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: