Vaqueiro é preso acusado de matar ex-marido da atual companheira em Amajari, Norte de Roraima


Vítima foi assassinada com um tiro na cabeça, durante uma festa na região do Trairão. Crime aconteceu no dia 18 de junho. Vaqueiro foi preso pela Polícia Civil, ao Norte de Roraima.
Divulgação/Secom/Arquivo
Um vaqueiro, de 42 anos, foi preso pela Polícia Civil acusado de matar Wanderley de Andrade, de 35 anos. O crime aconteceu no dia 18 de junho, na região do Trairão, município de Amajari, ao Norte de Roraima. A vítima era ex-marido da atual companheira do acusado.
A ação foi realizada por agentes da Polícia Civil, lotados no 5° Distrito Policial, e a equipe da delegacia de Pacaraima, que também atende a região de Amajari.
De acordo com o delegado titular de Pacaraima, Jorge Wilton Nepomuceno, a vítima foi casada com a atual companheira do vaqueiro, com quem teve três filhos. A informação foi divulgada na noite dessa quinta-feira (6).
O crime aconteceu em uma festa. No primeiro momento, os dois homens não se falaram ou tiveram qualquer discussão. Testemunhas relataram que o vaqueiro tinha ciúmes da mulher com o ex-marido e se irritou ao vê-lo no local.
“O estopim foi que a vítima acenou para a ex-cunhada e ele acreditou que teria sido para sua esposa, o que o deixou com muita raiva. O casal saiu da festa e quando a mulher achou que iriam dormir o infrator deixou a casa e voltou para a festa, onde ocorreu o crime”, disse o delegado.
Conforme Nepomuceno, o acusado se aproximou da vítima e o chamou para conversar em um local mais reservado. Na ocasião, ele apontou a arma para a cabeça de Wanderley e atirou. O vaqueiro fugiu em seguida.
“Ele fugiu se embrenhando na mata, em uma área de difícil acesso e apesar das diversas diligências não foi possível prendê-lo em flagrante. Como ele passou a ameaçar familiares da vítima, inclusive a atual companheira, alegando que iria voltar, a mulher procurou a Polícia Civil e representou por uma Medida Protetiva de Urgência, que foi encaminhado à Justiça e, também representamos por sua prisão preventiva. O mandado de prisão foi emitido ontem e cumprido hoje, pela equipe do 5º DP, em Boa Vista”, explicou o delegado.
Durante as investigações, os policiais receberam informações de que o homem estava em Boa Vista. Nessa quinta-feira, os agentes tiveram conhecimento de que ele iria espontaneamente até a delegacia.
“Ele acreditou que iria se apresentar e responder em liberdade. Entretanto, o delegado Jorge Wilton já havia representado pela prisão dele, que foi deferida pela Justiça e nossa equipe a cumpriu”, disse a delegada Cândida Magalhães, que coordena os agentes do 5° Distrito Policial.
O vaqueiro foi entregue aos agentes da delegacia de Pacaraima para a formalização de sua prisão, incluindo o interrogatório sobre o crime. Ele deve ser apresentado em Audiência de Custódia nesta sexta-feira (7).
Leia outras notícias do estado no g1 Roraima.

Veja também  Live do Cartola 2023

Powered by WPeMatico

Origem da Noticia
https://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2023/07/07/vaqueiro-e-preso-acusado-de-matar-ex-marido-da-atual-companheira-em-amajari-norte-de-roraima.ghtml
Autor: {authorlink}

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: