Volkswagen terá alarme para afastar cangurus de carros (é sério)

A Austrália é lar de muitas espécies assustadoras, isso não é segredo. Pelo jeito, não é incomum que esses animais co-habitem as estradas junto dos motoristas, aumentando o risco de colisões e acidentes de trânsito. Só os cangurus, mascotes do país, representam mais de 80% dos acidentes com animais selvagens no país.

A Volkswagen teve uma ideia para resolver o problema: a montadora anunciou o desenvolvimento do RooBadge, um dispositivo que emite sons específicos para afastar cangurus e reduzir o risco de colisões nas estradas.

Leia mais:

Cangurus na estrada

Pode parecer engraçado, mas o problema é sério. Um estudo realizado pela seguradora Australian Associated Motor Insurers Limited revelou que 61% dos condutores australianos já desviou perigosamente de um canguru para evitar uma batida.

Os animais são fortes e rápidos, tornando a colisão arriscada tanto para eles quanto para os motoristas (e, claro, outros motoristas na via).

Na Amarok, o dispositivo será personalizado na emblema da marca (Imagem: RooBadge Volkswagen/Reprodução)

RooBadge da Volkswagen

Pensando nisso, a Volkswagen se juntou com especialistas em comportamento de cangurus e com a organização de resgate a vida selvagem WIRES para desenvolver o RooBadge (os animais são apelidados de “roo”, uma abreviação do nome em inglês “kangaroos”).

Trata-se de um dispositivo que pode ser plugado na VW Amarok no lugar do emblema da marca, na parte frontal.

Veja como ele foi testado:

  • Os pesquisadores por trás da invenção descobriram quais sons faziam os cangurus prestarem atenção. São eles “sons biologicamente significativos”, como gritos de pássaros ou de predadores;
  • Então, eles misturaram esses ruídos a sons sintéticos e começaram a fazer testes, os reproduzindo em altos-falantes em uma Amarok dirigindo a 100 km/h em estradas;
  • Eles passaram seis meses fazendo esse teste, com caixas de som direcionadas e câmeras de 360º para captar a reação dos cangurus. Toda vez que o animal passava na frente do carro, o som era emitido e a reação, gravada;
  • Tudo isso foi feito em um ambiente controlado. Depois dos resultados iniciais, os pesquisadores receberam aprovação para testar o dispositivo com cangurus selvagens.
Veja também  Planos de celular mais vendidos no Brasil têm o pior custo-benefício, revela pesquisa
Versão do emblema universal do dispositivo (Imagem: RooBadge Volkswagen/Reprodução)

Invenção não é novidade – mas não tem protegido os cangurus

O RooBadge está em desenvolvimento pela VW, mas não é uma ideia exatamente inovadora.

Um dispositivo chamado ShuRoo teve a mesma proposta. O site que o vende informa que ele emite um som de alta frequência, um “tipo de sirene policial extremamente alta para cangurus” a um alcance de 400 metros à frente e 50 metros em ambos os lados onde o dispositivo está acoplado.

No entanto, ele não foi eficaz na hora de proteger os animais. A taxa média de colisões usando o dispositivo não teve uma diferença significativa de carros que não usaram.

Segundo o New Atlas, o que diferencia o RooBadge é que a Volkswagen vai adaptá-lo para diferenciar os sons de acordo com a espécie de canguru australiano, além de usar aprendizado de máquina para comparar as coordenadas GPS com os dados de distribuição do animal em cada região.

Por enquanto, o dispositivo protege apenas cangurus, mas a VW tem planos de estender a pesquisa e os sons para proteger os motoristas de outros animais, como cervos.

Quanto custa

Ainda não sabemos.

A título de comparação, o ShuRoo custa 569,25 dólares australianos, cerca de R$ 1.880.

Além da VW Amarok, que contará com um emblema personalizada com o RooBadge, a Volkswagen está trabalhando em outros tipos de design para o dispositivo ser universal a todos os modelos da marca.

O post Volkswagen terá alarme para afastar cangurus de carros (é sério) apareceu primeiro em Olhar Digital.

Powered by WPeMatico

Origem da Notícia
https://olhardigital.com.br/2024/04/04/carros-e-tecnologia/volkswagen-tera-alarme-para-afastar-cangurus-de-carros-e-serio/
Autor: {autor}

A Austrália é lar de muitas espécies assustadoras, isso não é segredo. Pelo jeito, não é incomum que esses animais co-habitem as estradas junto dos motoristas, aumentando o risco de colisões e acidentes de trânsito. Só os cangurus, mascotes do país, representam mais de 80% dos acidentes com animais selvagens no país.

Veja também  Calor, chuva e ventos fortes: o que esperar do El Niño em 2024?

A Volkswagen teve uma ideia para resolver o problema: a montadora anunciou o desenvolvimento do RooBadge, um dispositivo que emite sons específicos para afastar cangurus e reduzir o risco de colisões nas estradas.

Leia mais:

Cangurus na estrada

Pode parecer engraçado, mas o problema é sério. Um estudo realizado pela seguradora Australian Associated Motor Insurers Limited revelou que 61% dos condutores australianos já desviou perigosamente de um canguru para evitar uma batida.

Os animais são fortes e rápidos, tornando a colisão arriscada tanto para eles quanto para os motoristas (e, claro, outros motoristas na via).

Na Amarok, o dispositivo será personalizado na emblema da marca (Imagem: RooBadge Volkswagen/Reprodução)

RooBadge da Volkswagen

Pensando nisso, a Volkswagen se juntou com especialistas em comportamento de cangurus e com a organização de resgate a vida selvagem WIRES para desenvolver o RooBadge (os animais são apelidados de “roo”, uma abreviação do nome em inglês “kangaroos”).

Trata-se de um dispositivo que pode ser plugado na VW Amarok no lugar do emblema da marca, na parte frontal.

Veja como ele foi testado:

  • Os pesquisadores por trás da invenção descobriram quais sons faziam os cangurus prestarem atenção. São eles “sons biologicamente significativos”, como gritos de pássaros ou de predadores;
  • Então, eles misturaram esses ruídos a sons sintéticos e começaram a fazer testes, os reproduzindo em altos-falantes em uma Amarok dirigindo a 100 km/h em estradas;
  • Eles passaram seis meses fazendo esse teste, com caixas de som direcionadas e câmeras de 360º para captar a reação dos cangurus. Toda vez que o animal passava na frente do carro, o som era emitido e a reação, gravada;
  • Tudo isso foi feito em um ambiente controlado. Depois dos resultados iniciais, os pesquisadores receberam aprovação para testar o dispositivo com cangurus selvagens.
Veja também  Pesquisadores desenvolvem quimioterapia que ‘aniquila’ tumores
Versão do emblema universal do dispositivo (Imagem: RooBadge Volkswagen/Reprodução)

Invenção não é novidade – mas não tem protegido os cangurus

O RooBadge está em desenvolvimento pela VW, mas não é uma ideia exatamente inovadora.

Um dispositivo chamado ShuRoo teve a mesma proposta. O site que o vende informa que ele emite um som de alta frequência, um “tipo de sirene policial extremamente alta para cangurus” a um alcance de 400 metros à frente e 50 metros em ambos os lados onde o dispositivo está acoplado.

No entanto, ele não foi eficaz na hora de proteger os animais. A taxa média de colisões usando o dispositivo não teve uma diferença significativa de carros que não usaram.

Segundo o New Atlas, o que diferencia o RooBadge é que a Volkswagen vai adaptá-lo para diferenciar os sons de acordo com a espécie de canguru australiano, além de usar aprendizado de máquina para comparar as coordenadas GPS com os dados de distribuição do animal em cada região.

Por enquanto, o dispositivo protege apenas cangurus, mas a VW tem planos de estender a pesquisa e os sons para proteger os motoristas de outros animais, como cervos.

Quanto custa

Ainda não sabemos.

A título de comparação, o ShuRoo custa 569,25 dólares australianos, cerca de R$ 1.880.

Além da VW Amarok, que contará com um emblema personalizada com o RooBadge, a Volkswagen está trabalhando em outros tipos de design para o dispositivo ser universal a todos os modelos da marca.

O post Volkswagen terá alarme para afastar cangurus de carros (é sério) apareceu primeiro em Olhar Digital.

Powered by WPeMatico

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: